sexta-feira, 24 de junho de 2011

     Não somos só nós (meninas) que sofremos...


     "No começo ela era só mais uma pessoa normal que se sentava no fundo da sala. 
Ela se tornou amiga de um garoto que acabou virando meu amigo, assim, acabei conversando com ela também. Éramos apenas amigos do fundo da sala... Só que com o tempo comecei a vê-la de um modo especial, porém ela não presta, ela não é pessoa pra mim.
Mesmo sabendo de todos os defeitos, acabei gostando dela, achava ela diferente, não era fresca como muitas meninas são, ela era simples, divertida, simpática.
    Nós pegávamos o mesmo ônibus, conversávamos bastante.
Só percebi mesmo que gostava dela quando ela faltou na escola e eu comecei a sentir a sua falta. Também percebi que pensava nela frequentemente.
    Justo ELA?? Ela é insegura, não dá valor a quem gostava dela de verdade, fica com qualquer um...
Eu tinha a ilusão de transformá-la em uma pessoa melhor, dando conselhos, só como amigos, já que não estamos juntos.
O meu desafio era: fazê-la dar valor a quem gosta dela.
Hoje, ela melhorou, mas não o suficiente.E ela só consegue me ver como um amigo, me vê como um irmão que ela não consegue nem imaginar em beijar."



Hoje, esse sentimento é algo que ele esqueceu, porque mesmo ela tendo melhorado, ela não tem maturidade para um relacionamento. Ela prefere viver sua vidinha ao invés de pensar na sua imagem que está manchada na escola.


@Pri_S2

Nenhum comentário:

Postar um comentário