sábado, 13 de agosto de 2011

Eu sei que nada tenho a dizer,mas acabei  dizendo sem querer. Palavra bandida! Sempre arruma um jeito de escapar. Seria   tudo muito melhor se a música falasse por si só. Dá raiva da vida, nada   existe sem classificar. Penso, tento, achar palavras pro meu   sentimento, tanto é pouco, nada diz, não é triste, nem feliz. Mesmo   sendo um pranto, um choro ou qualquer lamento, nada importa, tanto faz, se   é pra sempre ou nunca mais. Pensei em mil palavras e enfim, nenhuma das   palavras coube em mim. Não vejo saída,como vou dizer sem me calar? Diria   mudo tudo o que faz, minha vida andar de frente para trás. Uma frase  perdida num discurso feito de olhar.  Não é medo, nem é riso, não é  raso, não é pouco, nem é oco, não é  fato, nem é mito, não é raro, não é  tolo, não é louco. Não é isso, não é  rouco, não é fraco, não é dito, não é  morto. Não.Eu sei que nada tenho a  dizer, pensei em mil palavras, e  enfim. Seria tudo muito melhor. Pensei. Seria. Se um dia alguém puder me  entender…
Eu sei que nada tenho a dizer,mas acabei dizendo sem querer. Palavra bandida! Sempre arruma um jeito de escapar. Seria tudo muito melhor se a música falasse por si só. Dá raiva da vida, nada existe sem classificar. Penso, tento, achar palavras pro meu sentimento, tanto é pouco, nada diz, não é triste, nem feliz. Mesmo sendo um pranto, um choro ou qualquer lamento, nada importa, tanto faz, se é pra sempre ou nunca mais. Pensei em mil palavras e enfim, nenhuma das palavras coube em mim. Não vejo saída,como vou dizer sem me calar? Diria mudo tudo o que faz, minha vida andar de frente para trás. Uma frase perdida num discurso feito de olhar. Não é medo, nem é riso, não é raso, não é pouco, nem é oco, não é fato, nem é mito, não é raro, não é tolo, não é louco. Não é isso, não é rouco, não é fraco, não é dito, não é morto. Não.Eu sei que nada tenho a dizer, pensei em mil palavras, e enfim. Seria tudo muito melhor. Pensei. Seria. Se um dia alguém puder me entender…

(Sem Palavras - Móveis Coloniais de Acaju)



             @TePhaa_Reis

Nenhum comentário:

Postar um comentário