domingo, 17 de novembro de 2013



"Felicidade é a combinação de sorte com escolhas bem feitas."
Martha Medeiros




terça-feira, 23 de abril de 2013

Duas dúzias de coisinhas à toa que deixam a gente feliz


Passarinho na janela,
pijama de flanela,
brigadeiro na panela.

Gato andando no telhado,
cheirinho de mato molhado,
disco antigo sem chiado.

Pão quentinho de manhã,
drops de hortelã,
grito do Tarzan.

Tirar a sorte no osso,
jogar pedrinha no poço,
um cachecol no pescoço.

Papagaio que conversa,
pisar em tapete persa,
eu te amo e vice-versa.

Vaga-lume aceso na mão,
dias quentes de verão,
descer pelo corrimão.

Almoço de domingo,
revoada de flamingo,
herói que fuma cachimbo.

Anãozinho de jardim,
lacinho de cetim,
terminar o livro assim.

 - Otávio Roth

domingo, 7 de abril de 2013

"Perguntei a um sábio,
a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado
e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida
companheira. 
Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração."

William Shakespeare

sábado, 6 de abril de 2013



"Eu ia dizer que te amo
E você me disse que não acredita em "amor"
Que amor não existe."

segunda-feira, 1 de abril de 2013

Apenas a Língua Portuguesa nos permite escrever isso

 “ Pedro Paulo Pereira Pinto, pequeno pintor português, pintava portas, paredes, portais. Porém, pediu   para parar porque preferiu pintar panfletos. Partindo para Piracicaba, pintou prateleiras para poder progredir.

  Posteriormente, partiu para Pirapora. Pernoitando, prosseguiu para Paranavaí, pois pretendia praticar pinturas para pessoas pobres. Porém, pouco praticou, porque Padre Paulo pediu para pintar panelas, porém posteriormente pintou pratos para poder pagar promessas. Pálido, porém  personalizado, preferiu partir para Portugal para pedir  permissão para papai para permanecer praticando pinturas, preferindo, portanto, Paris. Partindo para Paris, passou   pelos Pirineus, pois pretendia pintá-los. Pareciam   plácidos, porém, pesaroso, percebeu penhascos pedregosos,   preferindo pintá-los parcialmente, pois perigosas pedras   pareciam precipitar-se principalmente pelo Pico, porque   pastores passavam pelas picadas para pedirem pousada,   provocando provavelmente pequenas perfurações, pois, pelo   passo percorriam, permanentemente, possantes potrancas.
  Pisando Paris, permissão para pintar palácios pomposos,   procurando pontos pitorescos, pois, para pintar pobreza, precisaria percorrer pontos perigosos, pestilentos,    perniciosos, preferindo Pedro Paulo precaver-se. Profundas privações passou Pedro Paulo. Pensava poder prosseguir   pintando, porém, pretas previsões passavam pelo   pensamento, provocando profundos pesares, principalmente por   pretender partir prontamente para Portugal. Povo previdente!
  Pensava Pedro Paulo... Preciso partir para Portugal porque   pedem para prestigiar patrícios, pintando principais portos   portugueses. Paris! Paris! Proferiu Pedro Paulo. Parto,   porém penso pintá-la permanentemente, pois pretendo   progredir. Pisando Portugal, Pedro Paulo procurou pelos   pais, porém, Papai Procópio partira para Província.   Pedindo provisões, partiu prontamente, pois precisava pedir   permissão para Papai Procópio para prosseguir praticando   pinturas. Profundamente pálido, perfez percurso percorrido   pelo pai. Pedindo permissão, penetrou pelo portão   principal. Porém, Papai Procópio puxando-o pelo pescoço   proferiu: Pediste permissão para praticar pintura, porém,   praticando, pintas pior. Primo Pinduca pintou perfeitamente   prima Petúnia. Porque pintas porcarias? Papai, proferiu   Pedro Paulo, pinto porque permitiste, porém, preferindo,   poderei procurar profissão própria para poder provar   perseverança, pois pretendo permanecer por Portugal.
  Pegando Pedro Paulo pelo pulso, penetrou pelo patamar,   procurando pelos pertences, partiu prontamente, pois   pretendia pôr Pedro Paulo para praticar profissão   perfeita: pedreiro! Passando pela ponte  precisaram pescar   para poderem prosseguir peregrinando. Primeiro, pegaram   peixes pequenos, porém, passando pouco prazo, pegaram   pacus, piaparas, pirarucus. Partindo pela picada próxima,   pois pretendiam pernoitar pertinho, para procurar primo   Péricles primeiro. Pisando por pedras pontudas, Papai   Procópio procurou Péricles, primo próximo, pedreiro   profissional perfeito. Poucas palavras proferiram, porém  prometeu pagar pequena parcela para Péricles   profissionalizar Pedro Paulo. Primeiramente Pedro Paulo  pegava pedras, porém, Péricles pediu-lhe para pintar   prédios, pois precisava pagar pintores práticos.
  Particularmente Pedro Paulo preferia pintar prédios.
  Pereceu pintando prédios para Péricles, pois precipitou-se pelas paredes pintadas. Pobre Pedro Paulo, pereceu pintando... Permita-me, pois, pedir perdão pela   paciência, pois pretendo parar para pensar... Para parar preciso pensar. Pensei. Portanto, pronto pararei.”

quarta-feira, 20 de março de 2013

Quem nunca #3


Quem nunca entrou com o status invisível no MSN só pra ver quem estava online, não sabe o que é se sentir um espião.

Quem nunca chamou a mãe do amigo(a) de "tia" não sabe o que é intimidade.

Quem nunca rodou o saco de bolacha 94879834 vezes até achar o “puxe” não sabe o que é uma aventura.

Quem nunca colocou o braço ou o cabelo em frente da TV quando ela está ligada, não sabe o que é se sentir arrepiadasso.

Quem nunca riu ou teve vontade de rir quando seus pais estavam te xingando, não sabem o que é adrenalina.

Quem nunca pegou bala do bexigão (em festas, aniversários) não sabe o que é disputa.

Quem nunca pediu para ver uma pulseira/corrente que o amigo estava usando e falou que não ia mais devolver não sabe como é se sentir um ladrão.

Quem nunca tentou fechar os olhos e se olhar no espelho ao mesmo tempo para ver como é dormindo não sabe o que é dificuldade.

Quem nunca colocou música no celular pra tocar enquanto tomava banho, não sabe o que é ter uma boate no banheiro.

Quem nunca clicou com o botão direito num emoticon no MSN só pra ver o significado do que a pessoa colocou não sabe o que é mistério.

Quem nunca amou um animal, não sabe o que é a palavra "Amor".

Quem nunca colocou leite no copo e só depois viu que o achocolatado tinha acabado não sabe o que é desespero.

Quem nunca passou cola na mão e esperou ela secar pra tirar a casquinha , realmente não sabe o que é limpeza de pele.

Quem nunca fez merda e quando a mãe ligou ela disse “quando eu chegar a gente conversa” não sabe o que é ter hora marcada para morrer.

Quem nunca fingiu que estava dormindo, só pra escutar a conversa, não sabe o que é ser um agente secreto.

Quem nunca enganou a professora dizendo que o trabalho ficou em casa, não sabe o que é ser esperto.

Quem nunca foi picado por uma aranha em um passeio da escola, não sabe o que é ser o Homem-Aranha.

Quem nunca saiu da sala de aula antes de bater o sinal sem o professor ver não sabe o que é correr como se não houvesse amanhã.

Quem nunca fez um computador de caderno, não sabe o que é tecnologia.

Quem nunca quebrou o lápis verde da Bic não sabe o que é força.

Quem nunca ficou em frente do ventilador não sabe o que é poder.

Quem nunca deu um grito porque todo mundo tava te interrompendo, realmente não sabe o que é ficar estressado.

Quem nunca ficou o dia inteiro de pijama, não sabe o que é adolescência.

Quem nunca salvou um arquivo importante com FDASHJDUFHA e depois não achou mais ele, não sabe o que é dar na sua própria cara.

Quem nunca fez msn de papel na aula realmente não sabe o que é aventura.

Quem nunca abriu o livro na página certa de primeira, não sabe o que é se sentir o foda.

Quem nunca dormiu no sofá da sala e acordou na cama no quarto, não sabe o que é mistério.

Quem nunca matou aula, não sabe o que é ser criminoso e ter uma aventura pelo menos uma vez na vida.

Quem nunca teve uma espinha no meio da testa não sabe o que e ser um unicórnio.

Quem nunca provou o próprio sangue quando se machucava não sabe o que é ser um vampiro.

Quem nunca jogou paciência no computador não sabe o que é ficar sem internet.

Quem nunca fez tatuagem de canetinha não sabe o que é ser feliz.

Quem nunca acordou desesperado achando que estava perdendo hora para ir pra escola e depois percebeu que era sábado não sabe o que é alívio.

Quem nunca dormiu a tarde e acordou 2 horas depois achando que era o outro dia não sabe o que é confusão.

Quem nunca deixou de copiar a matéria da escola pra conversar os amigos não sabe o que é viver no limite.

Quem nunca colocou a ponta do lápis de volta quando ela quebrou, não sabe o que é gambiarra

Quem nunca fez "tec tec" com a caneta no silêncio da sala de aula não sabe o que é diversão e a fúria de um .

Quem nunca matou alguém no The Sims não sabe o que é ser mal.

Quem nunca virou correndo e se sentou corretamente quando o diretor chegou na sala, não sabe o que é tensão.

Quem nunca leu sintomas de uma doença e quando terminou de ler achou que tinha ela, não sabe o que é desespero.

Quem nunca ficou na frente da câmera do supermercado só pra se ver na TV não sabe o que é ser famoso.

Quem nunca chamou uma pessoa mil vezes, e quando ela atendeu, esqueceu o que ia falar, não sabe o que é perda de memória recente.

Quem nunca quis ver dois programas de tv no mesmo horário, e tinha que ver ficar trocando de canal toda hora, não sabe o que é desespero.

Quem nunca achou dinheiro no bolso, que nem se lembrava que tinha, não sabe o que é felicidade.

Quem consegue explicar algo sem falar “tipo” e contar uma história sem dizer “aí” não é humano.

Quem nunca se esqueceu de fazer dever de casa e copiou ele nos 5 minutos que antecediam a aula, não sabe o que é viver no limite

Quem nunca tentou colocar a mesma musica em dois aparelhos para tocar na mesma hora,não sabe o que é sincronia.

sábado, 2 de março de 2013

So he calls me up and he's like
I still love you'
And I'm like... I mean...
'This is exhausting' you know, like
We are never getting back together
Like ever

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013


"Lembrar que eu estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que eu encontrei para me ajudar a fazer grandes escolhas na vida. Por que quase tudo - todas as expectativas externas, todo o orgulho, todo o medo de se envergonhar ou de errar - isto tudo cai diante da face da morte, restando apenas o que realmente é importante. Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira para eu saber evitar em pensar que tenho algo a perder. Você já está nu. Não há razão para não seguir o seu coração."

(Steve Jobs)

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Às vezes tudo está "um saco", tudo uma droga, um silêncio chato, um tédio. E nós acabamos com isso!
 Vou sentir falta, (estou sentindo falta) sentirei falta de tudo!
 Dos encontros, dos passeios, do cinema juntas, do silêncio, dos trabalhos, das apresentações, dos sorrisos, das gargalhadas, dos abraços, das lágrimas, dos boliches, dos atrasos, das coisas que ainda não fizemos, as promessas não cumpridas (cápsula do tempo, pão de cebola...kkk). Quando nos reunimos para fazer trabalhos, para fazer bagunça, ensaiar ou não fazer nada.
De tudo o que trocamos, os carinhos, os abraços, as dúvidas, os conselhos, os segredos, os tapas, os intervalos juntas...
De tudo o que compartilhamos. Todas as músicas, as cartas, as mensagens, os e-mails, as danças, os shows, até as briguinhas. Porque apesar de tudo nós sempre estivemos dispostas para ajudar umas as outras no que fosse preciso. Juntas, nós acrescentamos felicidade na vida de cada uma de nós. Agradeço à tudo o que vocês já fizeram por mim. E eu amo cada uma de vocês! <3

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Ser um lago


O velho mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo de água e bebesse.

- Qual é o gosto? - perguntou o Mestre.
- Ruim - disse o aprendiz.

O mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal e levasse a um lago. Os dois caminharam em silêncio e o jovem jogou o sal no lago.

Então o velho disse:
- Beba um pouco dessa água.

Enquanto a água escorria do queixo do jovem o mestre perguntou:
- Qual é o gosto?
- Bom. disse o rapaz.
- Você sente o gosto do sal? perguntou o Mestre.
- Não - disse o jovem.

O mestre então sentou ao lado do jovem, pegou em suas mãos e disse:
- A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando você sentir dor, a única coisa que você deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está a sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que você perdeu. Em outras palavras: É deixar de ser copo, para tornar-se um lago.


(Autor desconhecido)

E a escolha é sua...

"A felicidade é muito mais uma escolha do que uma circunstância"

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013





"Você pode esconder muitas coisas atrás de um sorriso, mas nunca atrás de um olhar."

Ao seu lado


quinta-feira, 24 de janeiro de 2013


“É engraçado perceber a velocidade com que as coisas podem mudar. Sentimentos, não importa o quanto sejam intensos, podem ser efêmeros. Em um estalar de dedos, a felicidade pode se transformar em tristeza; a esperança pode se transformar em desespero; e, um belo dia, o passado chega para causar assombro, e faz com que se perceba que é preciso pisar no freio”. 
Qual seu número? (p. 233)

terça-feira, 22 de janeiro de 2013


"A vida não é um corredor reto e tranqüilo que nós percorremos livres e sem empecilhos, mas um labirinto
de passagens, pelas quais nós devemos procurar nosso caminho, perdidos e confusos, de vez em quando
presos em um beco sem saída. Porém, se tivermos fé, uma porta sempre será aberta para nós, não talvez
aquela sobre a qual nós mesmos nunca pensamos, mas aquela que definitivamente se revelará boa para
nós". - A. J. Cronin

domingo, 20 de janeiro de 2013



Ás vezes tudo o que você precisa é de uma válvula de escape, uma coisa fora da realidade. O mundo real cansa! Sonhar, JAMAIS! Você precisa se apaixonar de novo, talvez um amor novo, impossível, para fugir da realidade e sonhar. E quando você menos espera, você se apaixona, deliciosamente! Quer ver fotos da pessoa, sonhar como seria se ao menos você a conhecesse melhor...
A gente passa meses chorando noite e dia, só precisamos encontrar uma válvula de escape, algo para se dedicar de corpo e alma, algo que nos ocupe a mente. Nem toda mudança é ruim, ela pode ser positiva depois, e quando nos conformamos, pode vir algo nos trazer a melancolia de volta. E isso vai acontecer até nos "acostumarmos" com o que aconteceu...
Mas apesar de tudo, na vida as decepções fazem parte, as dores, as mágoas, a vida não é simplesmente feita de momentos felizes, mas também é feita de momentos tristes, para nos deixar mais forte…